Sucessor do Volvo XC90 virá com LIDAR da Luminar

A Volvo anunciou que o seu próximo modelo 100% eléctrico virá equipado, de série, com novas tecnologias ao nível da segurança. Estas novas tecnologias irão ajudar a salvar ainda mais vidas e servirão de referência para a indústria automóvel.

O sucessor eléctrico do modelo XC90, a ser revelado em 2022, estará equipado com novos sensores, onde se inclui a tecnologia LIDAR, desenvolvida pela Luminar e um computador que irá permitir a condução autónoma da NVIDIA DRIVE Orin. Ao combinar hardware de topo com o software da Volvo Cars, da Zenseact e da Luminar, a empresa disponibilizará um novo pack de segurança destinado a reduzir as fatalidades e os acidentes como um todo.

Com o novo pack de segurança a Volvo Cars pretende reduzir as colisões. Espera-se que esta redução aumente ao longo do tempo, através das actualizações de software “over-the-air”. Deste modo, o automóvel será capaz de assistir e melhorar as capacidades do condutor humano em situações onde este estiver em perigo. As anteriores gerações dos sistemas de segurança baseavam-se em alertas ao condutor para potenciais perigos imediatos. Esta nova tecnologia irá, ao longo do tempo, aumentar o seu grau de intervenção para prevenir colisões.

Salvar vidas e evitar lesões graves continua a ser a principal prioridade para a Volvo Cars. Com o menor número de acidentes potenciais relacionados com os modelos da Volvo, a empresa está também atenta à possibilidade da correspondente redução dos prémios de seguro associados, resultando num benefício económico para os seus clientes. Para além do pack de sensores e de performance associada à inteligência artificial, este novo modelo da Volvo terá sistemas de backup para as funções chave como direcção e travagem, que fazem com que o hardware esteja preparado para uma condução autónoma segura, uma vez disponível. Estes sistemas de backup, em conjunto com a tecnologia LIDAR, irão permitir a funcionalidade Highway Pilot. Desenvolvida internamente pela Volvo Cars em conjunto com a Zenseact (empresa de software para a condução autónoma) o Highway Pilot será uma característica (opcional) para a condução autónoma em autoestradas e será activada uma vez verificadas as condições de segurança ideais.

No início deste ano, a Volvo Cars havia já anunciado que iria utilizar a tecnologia NVIDIA no computador central e no computador para a condução autónoma. Inserida numa indústria em acelerada transformação, estas e outras parcerias fornecem à Volvo Cars a tecnologia de base para se tornar numa empresa em rápido desenvolvimento. A Volvo Cars irá revelar mais detalhes sobre o seu futuro tecnológico no Volvo Cars Tech Moment, que irá decorrer já amanhã, dia 30 de Junho, através de um evento em livestream em: Volvo Tech Moment.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *