Tesla despede 200 funcionários do Autopilot

A Tesla despediu quase 200 funcionários que trabalhavam no Autopilot, no seguimento de Elon Musk ter dito que a empresa estava com “pessoal a mais” e que iria fazer uma redução.

Estes funcionários estariam a fazer o chamado “data labeling”, que consiste em identificar os diferentes elementos nas imagens captadas pelas câmaras (estradas, veículos, pessoas, objectos, etc.) para que depois possam ser reconhecidos pelo Autopilot durante a condução.

Aparentemente, a Tesla terá justificado o despedimento como “fraco desempenho”, o que permite à empresa despedir os funcionários no momento sem necessidade de qualquer tipo de aviso prévio.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *