Android Automotive vai ser mais uma versão do Android destinada aos automóveis

A ofensiva do Android nos automóveis não se vai ficar pelo Android Auto. A chegada do Android 6.0 continua a fazer referência a um Android Automotive, que quer ir mais longe na expansão da plataforma para os veículos de quatro rodas.

androidauto

Com o Android Auto, o Google apresentou um sistema que facilita a utilização de algumas apps e funções do smartphone usando-se o ecrã e botões de controlo que temos nos automóveis. Mas, isso acaba por ser apenas um mero artifício para aquilo que muitos realmente desejariam: de ter o sistema do seu carro a correr um Android completo a sério.

Pois é isso mesmo que o Android Automotive quer fazer, disponibilizando mais uma variante do Android concebida especialmente para os automóveis. Ou seja, o Google quer que o Android comece também a ser considerado como plataforma para os sistemas multimédia dos automóveis, o que não deixaria de ser bastante apreciado pela maioria dos utilizadores – e que também facilitaria a vida aos fabricantes de automóveis, que assim se poderiam “livrar do trabalho” de terem que desenvolver os seus próprios sistemas (que na maior parte das vezes passar por recorrer a sistemas de outras empresas, personalizados para cada marca.)

Claro que se isto for para a frente, esperamos que por essa altura o Google já tenha conseguido resolver a questão das actualizações, de modo a que também os carros com o Android Automotive possam ter acesso a elas de forma atempada. No entanto, por agora ainda parece haver algum trabalho “de base” a fazer, pois para funcionar num automóvel há aspectos que têm que ser melhorados (como a questão do tempo de arranque que o sistema precisa para ficar apto a ser usado), e também garantir a estabilidade do seu funcionamento (num smartphone um utilizador poderá não se importar com um crash ocasional de uma app ou ter que fazer reboot para resolver um certo bug – mas num automóvel isso são coisas que dificilmente seriam toleradas.

Vamos ficar atentos… e ver se o Android Automotive ainda chega a tempo de ter impacto na indústria automóvel, ou se a corrida aos carros autónomos chega mais depressa e evita ter que se pensar na compra de carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *