10 milhões de Dácias

No dia 20 de Abril, na fábrica de Mioveni (na Roménia), um Dacia Duster Extreme L.E. Urban Gray, acabado de sair da linha de montagem, posa para uma foto comemorativa e altamente  simbólica. Este foi, de facto, o automóvel Dacia número 10 milhões dos produzidos desde o nascimento da marca.

A Dacia produziu o seu primeiro automóvel, o Dacia 1100, em Agosto de 1968. No ano seguinte, o icónico modelo Dacia 1300 deu origem a toda uma família de variantes (berlina, carrinha, coupé
desportivo e comercial ligeiro). Permaneceu em produção durante 35 anos, tendo deixado a sua marca no panorama automóvel romeno.

A aquisição da marca pelo Grupo Renault, em 1999, abriu um novo capítulo na história da Dacia. Com o lançamento do Logan em 2004, a Dacia tornou-se um fabricante de automóveis internacional e o ritmo das vendas acelerou. Em 2005, a Dacia abriu uma unidade de produção fora da Roménia, na fábrica de Somaca em Casablanca (Marrocos).

O crescimento da gama de modelos (Sandero, Duster, etc.) e o seu sucesso imediato tornaram necessária a expansão da capacidade de produção:
– inauguração, em 2012, de uma fábrica totalmente nova na cidade portuária de Tânger (Marrocos)
– abertura, em 2016, de uma linha de produção em Oran, destinada exclusivamente ao mercado argelino,
– a produção do Spring, o primeiro automóvel 100% eléctrico da Dacia, iniciou-se em 2020, na fábrica de Shyian na China.

Entre os 10 milhões de veículos Dacia já produzidos, incluem-se:
– 2,6 milhões de Dacia Sandero e Sandero Stepway, o automóvel mais vendido a particulares na Europa desde 2017
– 2,3 milhões de Dacia 1300 (e respectivas variantes)
– 2,1 milhões de Dacia Duster, o SUV mais vendido a clientes particulares na Europa desde 2018
– 1,95 milhões de Dacia Logan e Logan MCV

Os automóveis Dacia são, actualmente, vendidos em 44 países, com ênfase na Europa e na bacia do Mediterrâneo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *