Autonomia do Tesla Model 3 após 80 mil kms

Continua a existir alguma preocupação com a longevidade das baterias nos automóveis eléctricos, mas a Tesla tem feito um excelente trabalho a demonstrar que tal não é necessário, sendo que mesmo após 80 mil quilómetros um Model 3 pode reter 98% da capacidade original.

A Tesla dá uma garantia de 8 anos para as suas baterias, e a maioria das pessoas não irá chegar perto dos limites de quilometragem indicados (cerca de 160 e 190 mil kms, para as variantes Standard Range e Long Range). No entanto, é natural que os potenciais compradores se preocupem com a degradação da bateria ao longo da vida útil do carro – pois ninguém gostaria de saber que ao fim de 50 ou 100 mil kms a autonomia se iria reduzir drasticamente.

Como seria de esperar, há quem esteja de olho nessas coisas e os resultados são animadores.

Tirando alguns casos pontuais em que existe maior degradação, a esmagadora maioria dos Tesla consegue manter a capacidade de bateria entre os 90 e 100% mesmo depois de já terem circulado mais de 50 mil km. E mesmo entre aqueles que já conseguiram acumular mais de 200 mil km, a capacidade mantém-se (curiosamente, a haver degradação, isso parece fazer-se sentir logo nos primeiros milhares de quilómetros, mantendo o nível daí em diante).

Embora alguns Model 3 já estejam a aproximar-se dos 160 mil quilómetros, temos um utilizador que fez o ponto da situação aos 80 mil kms (50 mil milhas) e também relata que bateria retém 98% da capacidade original.

Não será isto um bom indicador para quem estiver a pensar usar um Model 3 como táxi ou Uber?… 🙂

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *