Teste de consumo de automóveis eléctricos dá vitória ao Model 3

Uma comparação de consumos entre diferentes automóveis eléctricos, incluindo Tesla, Audi e Hyundai dá a vitória ao Model 3 e deixa o Audi E-tron como o mais gastador do grupo.

A transição para os automóveis eléctricos vai obrigar-nos a reaprender os consumos – que neste momento associamos imediatamente à “litros por 100 km” – para a unidade de kWh/100km. E felizmente, temos um teste de autonomia e consumos feito pela Nextmove que já nos permite ficar com uma referência dos valores que se podem esperar.

Os veículos em teste foram:

  • 2 Audi e-tron (pneus de Verão de 21″)
  • 2 Tesla Model X 100D (pneus de Inverso de 19″, pneus de Verão de 20″)
  • 2 Hyundai Kona 64 kWh (pneus de Inverno 17″, pneus de Verão de 17″)
  • 1 Tesla Model S 100D (pneus de Inverno 19″)
  • 1 Tesla Model 3 Dual Drive/Long Range (pneus de Verão 19″)

O teste foi feito em condições de circulação real, num troço de 85 km com tráfego reduzido na Alemanha; sendo que num dos testes se tentou manter uma velocidade de 130km/h e noutro teste 150km/h – que acabaram por resultar em velocidades médias efectivas de 115km/h e 130km/h respectivamente.

Embora a parte da autonomia seja interessante para ver o impacto que a velocidade tem na distância máxima percorrida, as comparações entre veículos tornam-se mais complicadas, já que temos modelos com baterias de 64 kWh e outros com 100 kWh que obviamente terão autonomia superior.

Ainda assim, podemos ver que um Model S que faz 480 km se não passarmos dos 130 km, vê a sua autonomia cair para os 428 km se aumentarmos para os 150 km. Num Model 3 a redução é de sensivelmente 406 km para 358 km (praticamente idêntica à do Model X), enquanto no Kona se passa de 322 km para 283 km, e no E-Tron de 301 km para 275 km.

Quanto aos consumos, as coisas são mais esclarecedoras.

O Model 3 revela-se o campeão do grupo, ao obter um consumo de 18.5 kWh/100km a 130km/h, substancialmente menos que o mais gastador, o E-Tron, com 28.4 kWh/100km. Quem fica também posicionado é o Hyundai Kona, que consegue a segunda posição com 19.1 kWh/100km.

Também sem grandes surpresas, o aumento do consumo ao passar dos 130 km/h para os 150 km/h mantém-se bastante estável em todo o grupo, representando um acréscimo de cerca de 2.5 kWh/100km. Seria interessante também ter valores de uma condução mais económica a 100km/h – mas, realisticamente falando, estas velocidades que foram testadas serão aquelas que melhor se adequam a circulação em auto-estrada e portanto servirão para dar uma ideia do que se pode esperar.

Espero que daqui por alguns anos já se possa estar a falar de automóveis eléctricos com consumos de 10 kW/100km! 🙂

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *